Implante Zigomático

Implante Zigomático sem enxerto ósseo

Implante Zigomático: Uma solução para repor os dentes sem enxerto ósseo

Procedimento é indicado para pacientes com perda óssea severa e que não querem recorrer ao enxerto ósseo antes de realizar o implante convencional.

Atualmente muito se tem falado sobre o implante dentário convencional, procedimento que consiste na fixação de pinos de titânio no lugar das raízes dos dentes perdidos. Os pinos são fixados no osso maxilar e em seguida é encaixada a prótese fixa. Por isso, esta solução exige uma determinada quantidade de osso para que seja possível fixar os pinos de titânio. Quando o paciente não tem é necessário recorrer ao enxerto ósseo.

Porém, existem outras soluções para repor os dentes perdidos, até mesmo para pacientes que sofrem de retração óssea severa e que não querem recorrer ao enxerto para receber a solução convencional. Trata-se do implante zigomático. É o que conta o cirurgião-dentista Especialista em Cirurgia Maxilofacial da Unimed Foz do Iguaçu, Dr. Ubyrajara Castro. "Neste caso, ao invés de substituirmos a raiz dos dentes perdidos por pinos de titânio fixados no osso maxilar, o implante é inserido no osso zigomático, popularmente conhecido como maça do rosto", explica.

O Implante Zigomático tem algumas particularidades: só pode ser feito para reposição dos dentes da arcada superior e o procedimento pode ser realizado com anestesia local e, em casos especiais deve ser realizado em ambiente hospitalar sob anestesia geral. "A prática clínica me permite dizer que é um tratamento bastante requisitado e seguro para casos de perda óssea avançada. O paciente recebe alta no mesmo dia. E não tem contraindicação. Até mesmo pessoas com doenças sistêmicas, como hipertensão e diabetes, podem receber o implante zigomático. Obviamente, após uma cuidadosa análise do quadro", afirma Dr. Ubyrajara.

Perda óssea

Ao perder os dentes, simultaneamente, com o passar do tempo, perde-se o osso maxilar e gengiva. "Por isso é importante a reposição dos dentes o mais rápido possível. Além destes problemas, a falta dos dentes prejudica o organismo como um todo, pois afeta a mastigação, digestão, pode causar dor de cabeça, entre outros transtornos.

Além disso, a perda óssea pode ocorrer devido a fatores como infecções, traumas (acidentes), tratamento cirúrgico de câncer, entre outros fatores. Vale enfatizar que o implante zigomático, também, é recomendado para esses casos.", completa Dr. Ubyrajara.